12 de maio de 2016

Técnica Scalping: Amado por Uns, Odiado por Muitos. Por Qual Real Motivo? por Michael Silva

A arte do scalping. A arte da pescaria.

Um dos grandes defensores da técnica scalping no trading esportivo é o camarada Michael Silva.

Hoje ele é administrador do grupo Sniper Scalping -- e ele sempre lá escreve ótimas dicas sobre como fazer um scalping de qualidade -- e lucrativo.

Daí tive a ideia de pedir alguns textos pra ele (porque gosto muito dos textos dele lá no grupo) e ele de bate-pronto respondeu que poderia sim escrever pro PedroBet.com -- de valor!

Então este texto abaixo é o primeiro texto do craque Michael Silva -- é a respeito sobre o ódio e amor da comunidade sobre o Scalping.

Scalping: Amado por Uns, Odiado
por Muitos. Por Quê? por Michael Silva


Para entender isto, precisamos entender como funciona o pensamento das pessoas.

Críticas existem basicamente por dois motivos:

* Por alguém ter passado por experiências desagradáveis;
* Ou por desconhecer e fazer um pré-julgamento a partir de informações infundadas.

No trading, isto acontece em todos os mercados.

Haverá  críticas quanto ao back favorito; lay zebra; lay empate; over 0.5 gols; cantos; e assim vai. Por isso, o que podemos perceber é que existem muito mais pessoas acumulando insucesso do que as rentáveis, propriamente ditas.

Então, assim como qualquer outra técnica, o scalping é sim lucrativo a longo prazo, desde que o operador
seja habilidoso.

Digo isto, porque ao meu ver, é uma das técnicas que mais precisa da habilidade do operador, pois não dependemos tanto das ocorrências dentro de campo.

Um exemplo:

O operador em over 0.5 em geral tem, ao final do jogo, praticamente a mesma rentabilidade que um scalper.

Porém, o trabalho dele consiste em análises estatísticas pré live, estudo da formação dos times, do momento das equipes, importância do jogo, etc.

Ao final, ele vê a oportunidade e investe naquela partida e torce pelo gol.

O trabalho dele encerra aqui.

O jogo pode ter inúmeras oportunidades, mas ele depende que alguém meta a bola para dentro e abra o placar. Não há nada mais o que fazer, a não ser torcer, ou dar Cash Out e assumir o red.

O Scalper só precisa de mínimas informações quanto à partida, e quando vê uma oportunidade, lança o investimento e retira alguns segundos depois, expondo-se o mínimo possível.

Uma entrada certeira. Algumas entradas numa mesma partida, e fim de operação.  É como numa pescaria. 

Você pode passar tempão esperando uma beliscada, para talvez fisgar um peixe. 

Dependendo, pode dar uma bela pescaria ou não. O que não pode acontecer é encontrar um enrosco e quebrar a vara por falta de habilidade, embora precisemos estar cientes que uma hora acontecerá.

Quer a Fórmula Mágica Para Ser Lucrativo no Scalping?

Fácil:

  • Estude
  • Treine
  • Foque apenas na técnica
  • Estude novamente
  • Treine mais
  • Aprenda com o erro dos outros
  • E não cometa os seus erros duas vezes

Repita o processo incansavelmente até que suas operações sejam tão automáticas e naturais que não precise pensar para agir.

.
.

E aproveitando o embalo, caso você queira aprender mais sobre o sniper scalping é só clicar nesse link aí.

E falando do sniper (do operador) -- É NECESSÁRIO TREINO E DISCIPLINA.

Confesso que faço muito scalping ainda, mas sem as loucuras de all-in no meio do jogo com a bola rolando ¬¬.

E por hoje é isso.

Bons estudos e bons trades.

E deixe seu comentário.

Forte abraço,
PJ Pires

.
.
.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...