Trading Esportivo É Uma Profissão Solo


Sexta, 18:58h
BM, Rio de Janeiro
Se quer ir rápido, vá sozinho. Se quer ir longe, vá sozinho mesmo.” (PJ Pires)

Ser trader é uma carreira solo.

Me perdoe os romanticos. Ou melhor, pau no c* deles.

No final do dia somos só nós e o mercado.

Mesa, cadeira e pc.

Imagina você -- um trader profissional conversando no TS e discutindo os lances de uma partida.

Imagine se ele vai esperar a aprovação de alguém do outro lado da linha pra poder fazer a compra?

Jamais.

Ele não seria trader -- e sim um seguidor.

Não é atoa que o mercado de vender produtos de trading é 15x mais lucrativo do que ser trader nas trincheira das odds.

Um dia quero também vender -- ideias não faltam -- já cansei de dizer isso.

Mas até lá tenho que provar pra mim mesmo -- com resultados reais -- que sei do que faço.

Fácil não está sendo.

Dois anos vendo futebol e olhando ao mesmo tempo a escadas rosa-azuis.

Enquanto isso a cada esquina aparece um dizendo que tem mil greens por segundo.

Dizer É Facil.


Postar greens em prints é fácil.

Vender serviços de tips qualquer um faz.

Mas no final do dia o único que tem liberdade emocional e de tempo é o trader profissional que opera...

Adivinha só?

SOZINHO.

Depender de alguém em algum buraco do mundo pra apostar é prisão.

Esperar por uma tip de sucesso é no mínimo sofrer todo dia.

Sonhar que um "curso de 12 vídeos + uma super comunidade" vai te mostrar o segredo é a mesma coisa que acreditar no fantasma do céu.

Aprender a pescar o green é o que separa os que realmente vivem da brincadeira DE VERDADE -- dos que vendem o sonho de ser trader embrulhado de plastico digital.

Enfim. Há espaço pra todos.

Eu nasci para ser solo.

Forte abraço,
PJ "Poeta" Pires

.
.
.

Foto por vadim kaipov on Unsplash

.
.
.


Nenhum comentário

Postar um comentário

Real Time Web Analytics