A Bizarra Falácia Escondida dos Traders Iniciantes


Sexta, 22:49h
BM, Rio de Janeiro
“Dinheiro não passa de um bit num servidor.” (Sabedoria Não-Popular)

Fala meu caro,

Dia desses eu tava gastando meu precioso tempo no Facecú e eu recebi uma mensagem do Paulo.

Paulo Sales pra ser mais específico.

Já cansei de ver ele nas comunidades do trading, então eu sei que o cara tá na correria que nem nós.

Ele me pediu pra escrever um texto. E este texto é sobre o início dele no trading esportivo para alguém que quer tornar isso uma carreira de verdade.

Como a internet é o mundo azul — onde ninguém toma red e todo dia é dia de green — essa resenha que você vai ler vem trazer 1 tonelada de verdades para você meu caro, que acredita que vai ficar rico em 2 meses operando com uma banca do tamanho de uma pizza+mantiqueira de final de semana.

O camarada Paulo conta TUDO que todo iniciante vai passar — e que é... como posso dizer... (¬¬) colocado em letras minúsculas (isso se é mencionado) por quem vende cursos.

Nada contra vende cursos. Mas sinceridade pra mim acima de tudo.

Mas é claro, 98% das pessoas não querem o "difícil". A moleza é o que vende.

Aqui não.

Prefiro ad eternum a verdade do que a mentira.

Acredito que você também.

Então acenda um Carlton, faça um café forte sem açúcar e boa leitura.

“ Imaginei que ia Ficar RICO em
6 Meses com o Trade Esportivo ”
por Paulo Sales


Conheci o contexto das apostas esportivas em julho de 2016.

Até então, diferentemente de muitos, nunca tinha ouvido falar em casas de apostas e algumas modalidades de apostas recreativas e nem tido contato com nada do gênero.

Neste mesmo período eu tinha começado à pesquisar muito sobre Marketing Multinível e estava inclinado em começar uma jornada nessa área que prometia rios de dinheiro, até que conversando com um amigo de trabalho ele me falou que ao invés de MM e/ou piramides financeiras preferia colocar seu esforço e dinheiro em um tal de Trading Esportivo, que havia um amigo que ganhava muito dinheiro assistindo futebol (hoje ele partiu para o punter, mas foi meu mentor nesse mundo, já prometi à ele que quando fizer 10k de banca, a conta do boteco será minha).

Começamos à falar sobre o assunto e logo fiquei interessado naquela mamata:
"Opa, sou viciado em futebol e sei a escalação de cabeça de quase todas as ligas da Europa, vai ser fácil fácil."
Naquela mesma noite cheguei em casa e contei a novidade para minha esposa usando o famoso mantra: "não é aposta, porque eu posso sair quando quiser".

Estudei mais ou menos um mês, ouvi muita coisa no Youtube, dissequei fóruns do Facebook com as perguntas mais ridículas que possam imaginar.

A Aventura Vai Começar



Pronto! Preparado para em 6 meses fazer 35 dólares virarem 10k. Planilha de juros compostos montada, 1 mês de estudo, e meu amigo me ensinando a diferença de um back e um lay e vamos para a ação.

Lembro-me que meu primeiro jogo foi um mata-mata da Copa do Brasil, entrei em um Under 1.5 e o jogo meio morto; saí no primeiro tempo com um green de incríveis +2,86% de lucro sobre a banca.

Uau! Esse negócio é muito fácil. E assim se seguiu por alguns jogos, em 4 jogos já eram mais de 14% de lucro acumulado.

Mas como nem tudo são flores, os reds não demoraram e foram minguando minha banca pouco à pouco. Banca quebrada, cabeça à milhão, mais de mil dúvidas no ar.

Felizmente bem ali no começo já percebi que não seria muito fácil a caminhada, mas ainda não tinha noção nenhuma do que era Trading e de como seguir uma rota linear ao sucesso.

6 Primeiros Meses


Pois bem, os primeiros 6 meses foram de muita merda, muito red, muito descontrole emocional, algumas bancas quebradas e num ato de loucura pensei:
"Não ganho dinheiro porque minha banca é baixa, vou colocar uma banca alta e vai ser sucesso".
Voltando um pouco no tempo; em agosto perdi o meu emprego, e comecei dedicar-me full time ao Trading e comigo essa ideia de banca alta "faz dinheiro".


Depositei 500 trumps e por sorte nessa época aqui no blog do PedroBet.com encontrei um artigo sobre o under limit e alguns vídeos do famoso Theo Borges.

Acredito que se não fosse essa série provavelmente tinha estourado a banca em algum all-in maluco por aí — e comecei operar com Traderline, stream paga e operações de poucas exposições.

Senti enorme diferença e estava começando a entender o que era realmente fazer operações de trade e como se portar no mercado.

Mas eu estava desempregado e fui obrigado me desfazer dessa banca que praticamente não saiu do lugar, nem red nem green.

Me sobrou 100 dólares nela, e aí poderia ter feito 1k facilmente com a experiência que tive em quase 3 meses de trading puro, mas como TODOS dizem, o emocional é a chave de sucesso que vai separar o vencedores dos perdedores, e claramente minha chave ainda não estava(está) totalmente blindada; resumo quebrei a banca em menos de 5 dias.

Era hora de parar e refletir sobre o que eu estava fazendo.

O Recomeço


Fiquei 3 meses sem ter um centavo na Betfair, devo ter lido todos os tópicos e artigos da Academia das Apostas, até que me deparei com um Trader português o David Marques, que fez um desafio de 37 euros aos 6k em 28 dias.

Fiquei encantado e revirei aquele blog de ponta cabeça, peguei cada pedaço de informação possível finalmente a ideia de "fazer" Trading começava entrar na minha cabeça.

Trading não é esperar um resultado que pode acontecer, não é estar apegado em estatísticas, não me importa que o Barcelona jogue com o São Bento de Sorocaba — se o Barça estiver pior em campo lay neles sem dó.

Um Trader evita de estar contra o mercado, evita estar contra o tempo, evita entrar em posições sem valor, não se importa com tamanho de odd se é 1,02 ou 500 se tiver valor o Trader vencedor estará nela.

Foram uma série de fatores que automaticamente foram se encaixando.

A Nova Atitude


Hoje estou na luta novamente, em busca da tal famosa CONSISTÊNCIA. Existem reds que me fazem perder o sono, mas nunca a cabeça.

Já entendi que a jornada é longa — mas quando me pego analisando conceito gráfico num jogo, lendo peso do dinheiro ou fazendo trading quebrando resistências e suportes, em nada se parece com aquele amador que um dia entrou na Betfair achando que ia fazer 35 dólares virarem 10k em alguns meses.

Não me considero profissional e nem ao menos acredito que estou num nível de consistência bom, pois ainda devolvo grandes meses ao mercado.

Mas acredito piamente que as 10 mil horas fazem todo sentido. Você só pode dizer que sabe de algo depois de ter praticado 3 anos daquela atividade.

Hoje meu estilo se baseia em 3 fatores:

  • Caos
  • Fluidez
  • Leitura

Trabalho somente à partir dos 65min tentando aproveitar quedas no under limit e swing trade no match odds que podem me pagar muito bem em caso de gol, mas também me levar boas quantias em caso de red.

Entendi que cada um vai desenvolver sua rotina, seu método, sistema.

Só o tempo vai nos calejar e realmente nos trazer a CONSISTÊNCIA — qualquer coisa fora disso ou é um gênio ou é um mentiroso.

Quando converso com profissionais e eles me falam que demoram 2 a 3 anos para chegar lá, bate o desespero mas também a esperança, de que todos nós podemos chegar lá.

Nem todos vão, isso também é verdade.

Mas com estudo e paciência o mundo será nosso.

Bons Greens!
Paulo Sales

.
.

Minha Opinião Sobre Isso Tudo


É este tipo de jornada que NUNCA vão te falar quando você está começando no trading.

É a bizarra-falácia que fazem questão  de colocar debaixo do tapeta.

Osso.

MAS! Como é bom ESTE TIPO de resenha.

Exatamente este tipo meu caro!

Algo de verdade de alguém que está nas trincheiras do trading operando e tomando reds e tendo greens.

E não fluff escrito por quem só quer aparecer. Ou vender porcaria. Os vulgos-magos dos greens eternos. Ou a pior raça que tem, que só posta green pra afagar o ego.

Haja.

Este tipo de resenha é o que me revigora a escrever todo dia — pra ajudar eu e você que estamos em busca da consistência de greens.

E a única certeza que eu tenho é que quem CONTINUAR vai conseguir chegar lá.

E meu camarada Paulo Sales está a pouquissímos passos do famoso '' click '' que acontece quando alguém se dedica tanto a uma arte/ciência que é o trade (e o trade esportivo também).

Pra cima deles Paulo! Agora falta pouco, p*rra!

Espero que você meu caro leitor tenha aprendido algumas boas lições, porque com este depoimento do Sales eu aprendi e me vi em muitos momentos. E também renovei ainda mais minha fúria em busca do sucesso no trade.

Certo?

Eu não ouvi direito...

CERTO MEU CARO ?!

Ótimo!

Pra cima deles nós todos.

E que o verde encha o bolso daqueles que realmente pagarem o preço.

Porque $$$ compra tudo (MBE).

Forte abraço,
PJ Pires

PS:

Táqueparola... que post monstro! xD

Já virou clássico do PedroBet.com !

.
.

Foto número 1 de Tina Flour

.

Nenhum comentário

Postar um comentário

Real Time Web Analytics