Quanto Tempo Dura uma Partida de Futebol?





O futebol é considerado um esporte bem previsível quando o assunto é o tempo de duração. 

Enquanto em outros esportes mundialmente famosos o cronômetro é sujeito a interrupções, como no basquete, hóquei, críquete e futebol americano, no futebol o tempo corre livremente até o apito final, e ainda pode contar com acréscimos.

Quanto Tempo Dura uma Partida de Futebol?


A duração de uma partida de futebol é praticamente a mesma considerando todos os países e federações. 

Entre o começo da partida e o momento em que o árbitro aponta o centro do campo, se passam mais ou menos duas horas. Essa é a soma de dois tempos de 45 minutos, um intervalo de cerca de 15 minutos e a média de minutos de acréscimos pelo tempo de bola parada. 

Em uma partida eliminatória, esse tempo pode ser maior ao levar em conta a prorrogação e possível cobrança de pênaltis.

O que Esperar ao Assistir um Jogo de Futebol?


Partidas profissionais, amadoras ou futebol de base geralmente apresentam o mesmo formato. 

No momento em que a partida começa, o relógio é iniciado e não para até o fim do primeiro tempo, quando bate 45 minutos mais os acréscimos de bola parada determinados pelo árbitro do jogo. 

Na maioria das vezes, o tempo de acréscimo dado pelo juiz fica entre 1 e 5 minutos, mas dependendo do que acontecer durante a partida, esse tempo pode ser maior. 

A informação dos minutos de acréscimo é passada pelo árbitro auxiliar antes do final de cada tempo, que pode ter até 50 minutos de duração, em média.

Quando o primeiro tempo é oficialmente encerrado pelo árbitro principal, os jogadores ganham 15 minutos de intervalo antes de começar o segundo tempo. 

Em algumas ligas pelo mundo, esse tempo pode variar um pouco, mas o intervalo é normalmente o mesmo e os jogos que estão sendo transmitidos tentam ser sempre pontuais.

Ao recomeçar a partida, o segundo tempo funcionará exatamente da mesma forma que o primeiro. 

No entanto, principalmente no final do segundo tempo, a atenção do juiz é voltada para a equipe que está atacando. 

Mesmo se o jogo estiver se aproximando dos minutos finais do tempo de acréscimo, o juiz permite com que os times concluam suas jogadas mais perigosas.

Prorrogação


Durante a temporada normal e nos campeonatos de pontos corridos é raro encontrar jogos que contam com prorrogação em caso de empate. 

Mas nos jogos classificatórios, onde uma das equipes precisa confirmar a vitória, pode ser necessário continuar a partida se, ao final dos dois tempos mais o tempo de acréscimo, o jogo permanecer empatado.

O tempo de prorrogação também é dividido em duas metades, mas tem uma duração menor em relação ao tempo total da partida. 

São 15 minutos para cada metade, com um pequeno intervalo que normalmente dura no máximo 2 minutos. 

São 30 minutos de jogo a mais, portanto, e os tempos da prorrogação também contam com acréscimos, se for preciso.

Se o resultado insistir em permanecer empatado, o que vai definir a vitória de algum dos times é a cobrança de pênaltis alternados. 

Nem todo mundo considera essa a maneira mais justa de se definir uma partida, pela diferença entre uma batida de pênalti e um jogo “corrido”, mas neste momento, o cansaço dos jogadores já não permite mais a continuação.

Em uma decisão por pênaltis, cada time precisa escolher 5 de seus melhores batedores, bem como a ordem deles, para tentar marcar os gols e consolidar a vitória. 

São 5 batidas alternadas para cada time e, se ao final das cobranças, o saldo ainda estiver empatado, as cobranças continuam até que um time saia vencedor.

O Cronômetro Nunca Para no Futebol?


A maioria dos esportes tem interrupções no tempo durante o jogo, mas no futebol o relógio simplesmente não para. 

É por isso que existem os acréscimos. 

Se algo acontecer durante a partida, como uma lesão grave ou algo que atrapalhe o andamento do jogo, a solução é incluir minutos equivalentes aos minutos de parada ao final do tempo. 

Dependendo do evento inesperado, um tempo pode chegar a quase 60 minutos.

Não é todo mundo que aprecia ou acha isso justo, mas no futebol sempre foi assim.

Muitas partidas acabam terminando com bem menos tempo que 90 minutos de bola rolando, mas ainda assim, os árbitros fazem o que podem para compensar cada minuto de bola parada com o tempo de acréscimo.

Outros Tempos de Duração no Futebol


A duração de 90 minutos no futebol não vale para todas as categorias. 

Para jogadores mais jovens, por exemplo, esse tempo pode ser bem menor, mas vai aumentando. 

Conforme a idade avança, o tempo de duração dos jogos também aumenta nas categorias de base, até chegar nos oficiais 90 minutos do futebol profissional.

Nos Estados Unidos funciona assim:

Sub-8 = 48 minutos
Sub-10 = 50 minutos
Sub-12 = 60 minutos

No Brasil funciona assim:

Sub-8 até Sub-13 = 30 minutos
Sub-15 = 40 minutos
Sub-16 = 70 minutos
Sub-17 = 80 minutos

Através de campos menores e tempos de duração menores, os jogadores mais jovens conseguem ganhar experiência sem chegar à exaustão. Nas categorias de base não é sempre que existem tantas opções de substituições, e os jogadores jogam o jogo inteiro.

Duração do Futebol X Outros Esportes


O futebol continua sendo o esporte mais fiel ao seu tempo de jogo. 

Não existem interrupções comerciais ou pedidos de tempo, e as transmissoras conseguem adaptar suas programações sem muitos riscos de perder a agenda.

Isso não acontece em esportes sem cronômetro, como tênis ou beisebol. 

Dependendo do tempo de duração do jogo, a programação da transmissora pode ser bastante impactada - alguns jogos de tênis, por exemplo, podem precisar terminar no dia seguinte.

Com um tempo de duração bem mais previsível, os fãs de futebol podem planejar melhor suas rotinas ao se preparar para assistir a um jogo. 

Acompanhar uma partida sabendo que ela vai durar cerca de duas horas (ou um pouco mais em caso de eliminatórias) é considerado uma ótima vantagem pelos apreciadores do futebol.



+FERRAMENTAS PARA APOSTADORES






ESTATÍSTICAS DE CANTOS



DIVULGUE PARA UM AMIGO OU GRUPO