Quem é o Segundo Melhor Jogador do Brasil 2023?





Nosso assunto hoje é o segundo melhor jogador do Brasil em 2023.

Obviamente esse é um assunto muito subjetivo e seria difícil apontar apenas um jogador para esta posição.

Assim vamos falar um pouco sobre os melhores jogadores atualmente, e você pode decidir qual é o da sua preferência.

Quem é o Segundo Melhor Jogador do Brasil 2023?


Devemos levar em conta também que o Brasil ainda produz inúmeros bons jogadores.

Mas a maioria deles está na Europa ao passo que no nosso país tem sobrado muitos jogadores em final de carreira, ou ainda os que não deram certo na Europa e acabam retornando a peso de ouro.

Alguns jogadores também nunca tiveram essa oportunidade, mas acabam aparecendo para o futebol em um estágio mais avançado de suas carreiras e assim também não tem uma oportunidade de jogar em terras estrangeiras.

Por fim temos ainda as revelações, jogadores que prometem ser o futuro do futebol brasileiro e em algum momento deverão se aventurar no exterior.

Alguns não conseguem ultrapassar esse estágio e infelizmente acabam vendo suas carreiras terem destinos mais incertos, por inúmeros fatores.

Apesar disso o futebol brasileiro indiscutivelmente tem jogadores de ponta e isso pode ser conferido nesta lista.

1. Dudu (Palmeiras)


Dudu é um dos jogadores que está há mais tempo nesse elenco do Palmeiras, tendo ganhado títulos como do Brasileiro, Copa do Brasil e Libertadores.

Ele tem se destacado muito por suas assistências, sempre cumprindo funções táticas com maestria e assim se tornando um dos maiores ídolos da história alviverde.

Até mesmo sua chegada é um grande exemplo da guinada que o Palmeiras teve, já que em 2015 chegou numa negociação que ainda tinha Corinthians e São Paulo como interessados.

Mas com uma jogada ousada de Alexandre Mattos, diretor de futebol à época, acabou optando pelo time palestrino e até hoje segue fazendo história no clube.

2. Gabigol (Flamengo)


Da mesma maneira que Dudu é um símbolo para o Palmeiras, Gabriel Barbosa é hoje para o Flamengo.

Ele também chegou em uma temporada que acabou sendo um divisor de águas para o rubro-negro, em 2019.

E ajudou a comandar um time que conquistou a Libertadores e o Brasileirão com um futebol marcante sob a batuta de Jorge Jesus.

Ele também chegou a conquistar a Copa do Brasil nesse período, e foi artilheiro de várias competições, chegando até mesmo a ultrapassar Zico em várias estatísticas.

Nos tempos atuais não tem conseguido voltar a mostrar o mesmo brilho de antes, mas segue sendo peça importante no Flamengo e sua habilidade ainda continua lá.

3. Hulk (Atlético-MG)


Antes de chegar ao Galo, Hulk já tinha passagens por vários times ao redor do mundo, tendo sido muito importante no Porto e em seu tempo na China chamou muito a atenção por ter um salário astronômico.

Também foi peça importante na seleção brasileira, embora tenha sido na pior fase da amarelinha (o que obviamente não foi culpa dele, mas também não se pode negar que tenha feito parte daquilo).

Apesar disso no Galo teve grande destaque em 2021, quando ajudou o time a quebrar o jejum de 50 anos sem vencer o brasileiro e ainda venceu uma Copa do Brasil, sendo ainda artilheiro das duas competições.

Hoje a luta é para repetir esses feitos.

4. Luis Suárez (Grêmio)


O centroavante uruguaio tem uma carreira gigante no Barcelona, ao lado de Messi e Neymar, mas antes disso também teve muito destaque no Liverpool.

Sua passagem pelo Atlético de Madrid também foi boa, mas ao final acabou sendo preterido por Simeone.

E isso o fez voltar para a América do Sul, primeiro no Nacional (do Uruguai) e depois no Grêmio, onde tem ajudado muito a equipe.

Apesar disso existem rumores de que poderia ir para o Inter Miami, mesmo time de Messi, e indicou aos dirigentes do tricolor gaúcho a vontade de se aposentar brevemente.

Torcemos para que isso não aconteça e ele continue vibrante nos gramados brasileiros.

5. Germán Cano (Fluminense)


O argentino de 35 anos é hoje peça central no Tricolor das Laranjeiras, sendo artilheiro do campeonato brasileiro e da Copa do Brasil de 2022, uma marca muito boa.

Antes disso ele teve maior destaque pelo Vasco da Gama, mas com a má fase do clube a sua continuidade não foi possível (e é assim que ele foi parar no Fluminense).

Antes disso rodou por vários países da América Latina, sendo a própria Argentina, México e Colômbia, onde teve algum destaque e talvez pudesse ter sido melhor aproveitado ainda antes pelos times brasileiros.

De qualquer maneira é um jogador indispensável se o Fluminense quiser buscar vitórias.

6. Giorgian De Arrascaeta (Flamengo)


Já falamos de Gabigol, mas a importância que Arrascaeta tem neste time do Flamengo é igual ou até maior do que a dele.

Isso porque no caso de Gabriel Barbosa o time ainda tem Pedro como uma excelente opção (sendo ele outro jogador de grande valor no time, inclusive tendo jogado a última Copa do Mundo).

Já com Arrascaeta a situação é diferente, porque Everton Ribeiro é também uma boa opção, mas não se compara ao que o meia uruguaio entrega ao time rubro-negro.

Mesmo antes de chegar ao Flamengo, ele já tinha excelentes atuações pelo Cruzeiro, numa fase em que o time celeste ainda se situava entre as principais equipes do país e isso mostra quanta qualidade o jogador possui.

7. Jonathan Calleri (São Paulo)


Da mesma forma que Cano é o grande nome de um Fluminense que não tem um dos times mais fortes do país.

Ok o Fluminense ainda tem Marcelo e Felipe Melo, mas eles estão muito próximos do final de suas carreiras, o São Paulo tem em Calleri seu grande nome.

E na situação do tricolor paulista a dependência é ainda maior, já que o time tem ainda menos jogadores que possam ajudar Calleri em seu time do que Cano no Fluminense.

O seu grande momento no futebol foi em 2016, quando foi artilheiro da Libertadores já pelo próprio São Paulo, o time onde mais se destacou na carreira.

E assim finalizamos nossa listra sobre quem é o segundo melhor jogador do Brasil em 2023.



+FERRAMENTAS PARA APOSTADORES






ESTATÍSTICAS DE CANTOS



DIVULGUE PARA UM AMIGO OU GRUPO